IMPRENSA

SEI lança versão 1.3 do CMMI para aumentar a eficiência na sua utilização

Com o objetivo de tornar mais claras as práticas de alta maturidade, simplificar as práticas genéricas e aumentar a eficiência das avaliações, o SEI (Software Engineering Institute) – instituto de pesquisa norte-americano de grande prestígio na área de tecnologia da informação – anuncia ao mercado o lançamento da versão 1.3 do modelo CMMI de melhores práticas.

A ISD BRASIL, empresa parceira do SEI, participou da equipe de projeto do CMMI 1.3 com Carlos Caram, seu diretor executivo e avaliador CMMI para altos níveis de maturidade.

A nova versão do modelo, que entra em vigor a partir de novembro, não traz mudanças profundas, estruturais ou de propósito. Mas permitirá às organizações do mundo inteiro que estão implementando programas de melhoria de processos baseados na versão 1.2 do CMMI, seja ele o DEV (desenvolvimento), o SVC (serviços) ou o ACQ (aquisição), planejarem as alterações necessárias para adaptação à nova versão e com isso tornar sua utilização mais eficaz.

Segundo a análise da ISD BRASIL, a nova versão 1.3 do CMMI não causa grande impacto ou ruptura nos programas de melhoria em andamento ou mesmo naqueles que estão ainda em fase de planejamento, levando em consideração a versão 1.2 do modelo.. A exceção se dá para organizações que estão planejando buscar ou já buscando os níveis 4 e 5 do CMMI, onde é prevista intensa alteração de material informativo, bem como a ênfase na gestão de processos críticos para o negócio. Na verdade, esses conceitos sempre existiram, mas eram mal interpretados por algumas empresas quando utilizavam o modelo – agora o SEI tornou mais clara a sua interpretação.

Da mesma maneira que ocorreu na publicação da versão anterior, existirá um período de aproximadamente um ano no qual as duas versões, v1.2 e v1.3, coexistirão. Também como aconteceu na publicação da versão anterior, haverá um treinamento de atualização para a versão 1.3 de membros da equipe de avaliação que queiram participar de uma avaliação de alta maturidade (onde estão as principais mudanças) e para todos os instrutores e avaliadores. As avaliações conduzidas na versão 1.2 continuarão válidas durante o período oficial de 3 (três) anos. A partir de dezembro de 2011, somente serão aceitas avaliações conduzidas utilizando o método SCAMPI v1.3, bem como a versão 1.3 do CMMI.

Clique aqui para visualizar a análise feita pela ISD BRASIL

Últimas Notícias

30/06/2016 - Prime IT renova o nível de maturidade 3 do CMMI – DEV

28/05/2016 - E-VAL Conquistou Novamente a Classificação CMMI

23/11/2015 - ISD Brasil fecha Parceria para Assessoria em PLM com Cadware -Technology

07/09/2015 - Como comprovar a autenticidade da certificação CMMI®

23/03/2015 - CCEE – Qualidade em seus processos

08/05/2014 - Amcom de Blumenau conquista nível 3

30/07/2013 - E-VAL Tecnologia atinge o nível 2 do CMMI

30/01/2013 - T-Systems do Brasil recebe recertificação CMMI Nível 3

11/12/2012 - Arthur Valle ministra o 100º curso de CMMI oficial da ISD Brasil no país

07/02/2012 - André Pinho, da ISD Brasil, é certificado avaliador de alta maturidade