Pré-Qualificação de Fornecedores Governamentais – Pré-Gov

Desde a lei 13.303, publicada em junho de 2016, empresas públicas podem realizar processos de pré-qualificação de fornecedores, antes mesmo que estes participem de uma licitação. Ou seja, na prática, e como descreve o texto da própria lei, “A empresa pública e a sociedade de economia mista poderão restringir a participação em suas licitações a fornecedores ou produtos pré-qualificados”.

Esse fato, aliado a técnicas e métodos adequados para que essa pré-qualificação ocorra de maneira consistente e de acordo com os objetivos da entidade licitante, permite aos órgãos públicos mudar de patamar na tratativa de seus processos licitatórios, alinhando-se às melhores práticas internacionais de compras. Essa “liberdade adicional” concedida pela lei permite um substancial aumento na qualidade do fornecimento, pela adequada aferição prévia da qualidade dos fornecedores candidatos. Há um inequívoco potencial ganho de qualidade e produtividade para os órgãos governamentais.

Para contemplar essas necessidades a ISD Brasil criou o serviço de Pré-Qualificação de Fornecedores Governamentais – Pré-Gov – com os seguintes objetivos:

  • Permitir a adequada mensuração da qualidade, capacidade e maturidade dos fornecedores candidatos, independente de seu volume ou sua dispersão geográfica;
  • Realizar o trabalho de pré-qualificação em linha com melhores práticas internacionais para compras/procurement;
  • Minimizar os riscos e melhorar os resultados do negócio baseado no conhecimento da maturidade e capacidade dos fornecedores, mesmo antes da licitação;
  • Reduzir custos (retrabalho, gestão, auditorias)
  • Aumentar drasticamente a visibilidade organizacional e dos projetos (quando aplicável) conduzidos pelos fornecedores

 

Por meio de um ferramental exclusivo, a ISD BRASIL consegue sair do lugar comum nessa prática avaliando, num curto espaço de tempo, dezenas, centenas ou milhares de empresas e milhares de profissionais, produzindo resultados como:

 

  • Identificação da existência ou inexistência de fornecedores no mercado com as competências e qualificações desejadas;
  • Identificação da existência ou inexistência de fornecedores no mercado com capacidade de atendimento capaz de fazer frente aos desafios do negócio;
  • Identificação de pontos fortes e riscos junto aos fornecedores candidatos;
  • Ranking dos fornecedores de acordo com os requisitos que forem estabelecidos;
  • Identificação prévia de aspectos que deverão ser tratados (ou enfatizados) no processo licitatório;
  • Prevenção de riscos;
  • Identificação de pontos críticos que deverão, posteriormente, ser monitorados no caso de uma efetiva contratação.

 

Pré-Qualificação - Pré-Gov

 

Para maiores informações sobre o trabalho de Pré-Qualificação de Fornecedores Governamentais – Pré-Gov, clique aqui.

 

<< Voltar