IMPRENSA

Fábrica de software IBM alcança nível 3 do CMM

IBM é a primeira empresa do segmento de serviços a obter o nível 3 do Capability Maturity Model com avaliação de órgão independente

São Paulo, 20 de janeiro de 2003 - A Fábrica de Software IBM, especializada em desenvolvimento e manutenção de software,é a primeira unidade de serviços no Brasil a obter o nível 3 do Capability Maturity Model (CMM). A avaliação foi realizada por uma entidade externa e independente, a Integrated System Diagnostics Brasil (ISD Brasil), reconhecida pelo Software Engineering Institute (SEI) e única no país habilitada a fazer certificações em CMM.

O nível de maturidade foi obtido em tempo recorde de apenas 15 meses, quando a média do mercado internacional supera 36 meses.

O CMM é um conjunto de práticas para o desenvolvimento de software criado em 1990, pelo Departamento de Defesa dos EUA, com o objetivo de criar condições para a evolução das boas práticas da engenharia de software. Os cinco níveis de maturidade do modelo permitem que as empresas alcancem controle e visibilidade sobre processos e resultados técnicos e gerenciais do projeto de software.

"Temos agora um diferencial de qualidade único no mercado brasileiro que permite prover serviços de desenvolvimento e manutenção de aplicações, com padrão internacional de excelência a preços competitivos. Viabilizamos também a oportunidade de participar do mercado altamente concorrido de exportação de software", diz Ayrton Torres, Executivo de Serviços de Gerenciamento de Aplicações da IBM Brasil. "Agora nosso desafio está voltado à melhoria continua da operação, em direção ao nível 4 do modelo CMM'', completa Torres.

"A conquista deste nível de maturidade pela IBM, neste prazo significativo, se deve principalmente, ao foco em processos já característico da empresa e ao investimento e dedicação concentrados. Podemos dizer que a IBM trabalhou em quinze meses o equivalente a trinta", comenta Carlos Alberto Caram, Diretor Executivo da ISD-Brasil. Caram é o primeiro brasileiro oficialmente autorizado a liderar avaliações de CMM.

Atualmente a Fábrica de Software opera no Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, com um time de aproximadamente 250 profissionais para atuação nos ambientes de Mainframe, Web e Midrange, atendendo a clientes nos diversos segmentos de indústria, incluindo a própria IBM Global Account, desenvolvendo e mantendo todos os aplicativos da IBM Brasil.

Origem
O contexto de Fábrica de Software tem origem nas células de trabalho dos Projetos do Ano 2000, conhecidas também como Y2K.

A partir de meados da década de 90, a IBM lançou seu programa de conversão dos sistemas para a adequação do chamado "Bug do Milênio". E a IBM, uma das pioneiras nesta área, apresentou suas atividades, embasada no conceito de Fábrica de Software.

O sucesso foi tão grande que no decorrer de 1999, ainda no auge dos projetos Y2K, a IBM Brasil criou o Centro de Competência para Projetos de e-business, uma área exclusiva para atendimento aos projetos voltados ao relacionamento via Internet. Os pilares deste centro eram a base dos conceitos da Fábrica de Software. Dezenas de projetos foram criados e entregues aos clientes para o acompanhamento dos seus negócios.

Sobre IBM Global Services
Considerada a maior organização de serviços de tecnologia da informação (TI) do mundo, a IBM Global Services foi responsável por US$ 35 bilhões do total de US$ 85,9 bilhões de renda registrada pela IBM Corp, em 2001. Contando com aproximadamente 150 mil profissionais e atendendo clientes em 160 países, a IBM Global Services integra o vasto portfólio da IBM - serviços hardware, software e pesquisa - para oferecer aos clientes uma gama de soluções tecnológicas que atendam a diferentes necessidades.

Sobre a ISD-Brasil
No Brasil há dois anos e meio, a ISD-Brasil é subsidiária local da americana ISD-Integrated System Diagnostics e conduz a adoção de CMM. A ISD é a primeira empresa internacional, atuando na América do Sul, focada exclusivamente em qualidade de processos baseada em modelos. A ISD-Brasil tem escritórios em São Paulo e Brasília e conta com uma equipe de consultores especializados, cuja experiência abrange a implantação de qualidade de processos em diversas organizações dos setores financeiro, industrial, de serviços, de telecomunicações, além de fábricas de software, institutos de pesquisa, pequenas empresas, entre outras.

IBM Departamento de Comunicação
- Vera Dias - veradias@br.ibm.com - (21) 2546.5218
- Flávia Apocalypse - flaviapo@br.ibm.com - (21) 2546-4977

In Press Brodeur
Ivandel Godinho/Cristina Moretti
Fone: (11) 3030-1520 Fax: (11) 3813-7561
Núcleo de Tecnologia - Diva Gonçalves

INFORMAÇÕES:
Simone Wasserman Janiuk
simone.janiuk@inpresspni.com.br
Fone: (11) 3030-1543

Coordenação - Célia Nogueira
celia.nogueira@inpresspni.com.br
Fone: (11) 3030-1525

Últimas Notícias

30/06/2016 - Prime IT renova o nível de maturidade 3 do CMMI – DEV

28/05/2016 - E-VAL Conquistou Novamente a Classificação CMMI

23/11/2015 - ISD Brasil fecha Parceria para Assessoria em PLM com Cadware -Technology

07/09/2015 - Como comprovar a autenticidade da certificação CMMI®

23/03/2015 - CCEE – Qualidade em seus processos

08/05/2014 - Amcom de Blumenau conquista nível 3

30/07/2013 - E-VAL Tecnologia atinge o nível 2 do CMMI

30/01/2013 - T-Systems do Brasil recebe recertificação CMMI Nível 3

11/12/2012 - Arthur Valle ministra o 100º curso de CMMI oficial da ISD Brasil no país

07/02/2012 - André Pinho, da ISD Brasil, é certificado avaliador de alta maturidade