IMPRENSA

Instituto Eldorado conquista nível 2 do CMM e vê aumento no número de projetos

O CMM (Capability Maturity Model), o almejado modelo para a conquista de maturidade em atividades como o desenvolvimento de software, continua a abrir portas para os negócios de empresas e organizações brasileiras.

Desta vez é o Instituto de Pesquisas Eldorado, de Campinas (SP), entidade civil sem fins lucrativos, voltada à pesquisa e desenvolvimento de projetos nas áreas de informática, telecomunicações e automação, que conquistou o Nível 2 do CMM, num projeto conduzido com o apoio da ISD Brasil. Com isso, já verificou um crescimento dos pedidos de projetos - tanto de seus clientes atuais como de novos. Isso sem uma divulgação oficial do fato.

"Com a implantação do modelo, estabelecemos uma linguagem comum com outras organizações que seguem o CMM", avalia a coordenadora de Qualidade e responsável pela implantação do CMM no instituto, Josiane Banov.

A avaliação do Nível 2 do Instituto Eldorado foi realizada pela ISD Brasil, única empresa estabelecida no país credenciada junto ao SEI-Software Engineering Institute (entidade americana criadora do modelo) para condução de consultoria, treinamento e avaliações oficiais com base no CMM e no CMMI (Capability Maturity Model Integrated).

De acordo com o diretor executivo da ISD Brasil, Carlos Alberto Caram, primeiro brasileiro autorizado pelo SEI a conduzir avaliações oficiais, e que recentemente qualificou-se também como avaliador de CMMI, "conquistar um nível de maturidade do CMM é uma etapa em uma jornada. O Instituto Eldorado vem encarando este desafio com extrema seriedade, e os frutos que já vem colhendo são conseqüência natural de um processo de trabalho melhor e, portanto, menos sujeito a riscos. Bom para o Instituto. Ótimo para seus clientes".

O Instituto Eldorado é também uma das únicas organizações brasileiras, segundo o diretor da ISD Brasil, a incluir os projetos terceirizados no escopo do CMM. "Temos alguns controles sobre empresas com as quais terceirizamos alguns projetos. Isso nos dá visibilidade do trabalho feito e assegura sua qualidade", afirma Josiane.

O CMM foi implantado na área de desenvolvimento de software do Instituto Eldorado, que engloba em torno de 100 profissionais. A organização tem clientes como Motorola, Celestica, HP, Intel, Solectron, Sanmina-SCI, Telemática, entre outros, e desenvolve muitos projetos para o mercado em geral, incluindo projetos incentivados pela Lei de Informática. O Eldorado tem também como parceiros institucionais alguns dos maiores centros de pesquisas e universidades brasileiras. Segundo Josiane Banov, desde que foi fundado, em 1999, o Instituto Eldorado trabalha com base em processos. "A ISO 9001 foi implantada em 2000, em setembro de 2003 migramos para a versão 2000, mas tínhamos a necessidade de progredir, tanto para melhorar nossos procedimentos internos como para atender melhor nossos clientes", explica. "Precisávamos avançar no planejamento e acompanhamento de projetos. E queríamos iniciar o processo de terceirização", diz a executiva.

Hoje, passado um mês da avaliação que lhe conferiu o Nível 2 do CMM, o Instituto Eldorado tem maior grau de previsibilidade dos projetos, o papel das equipes em cada projeto está melhor definido e há maior sintonia entre as equipes de desenvolvimento e a equipe de qualidade. Resultado: novos projetos começam a ser contratados.

Com foco na melhoria contínua da qualidade, o Instituto Eldorado já está iniciando os trabalhos para a evolução do processo visando o nível 3 do CMM, com avaliação prevista para o próximo ano.

Sobre o Instituto Eldorado
Localizado no condomínio Pólis em Campinas (SP), e em atividade desde março de 1999, o Instituto Eldorado é uma associação civil multiempresarial independente e sem fins lucrativos.

Seu objetivo principal é criar oportunidades de negócios e atender a todas as necessidades de seus parceiros empresariais, utilizando sua capacidade de gerar e aplicar conhecimentos na busca de soluções eficazes e resultados altamente produtivos nas áreas de informática, telecomunicações e automação.

Sobre a ISD Brasil
No Brasil há três anos, a ISD Brasil é a subsidiária local da americana ISD-Integrated System Diagnostics, Inc. e conduz a adoção de CMM e CMMI (consultoria, treinamento e avaliações) em mais de 30 clientes no país. A ISD é a primeira empresa internacional a atuar na América do Sul com foco exclusivo em melhoria de processos baseada em modelos.

Últimas Notícias

30/06/2016 - Prime IT renova o nível de maturidade 3 do CMMI – DEV

28/05/2016 - E-VAL Conquistou Novamente a Classificação CMMI

23/11/2015 - ISD Brasil fecha Parceria para Assessoria em PLM com Cadware -Technology

07/09/2015 - Como comprovar a autenticidade da certificação CMMI®

23/03/2015 - CCEE – Qualidade em seus processos

08/05/2014 - Amcom de Blumenau conquista nível 3

30/07/2013 - E-VAL Tecnologia atinge o nível 2 do CMMI

30/01/2013 - T-Systems do Brasil recebe recertificação CMMI Nível 3

11/12/2012 - Arthur Valle ministra o 100º curso de CMMI oficial da ISD Brasil no país

07/02/2012 - André Pinho, da ISD Brasil, é certificado avaliador de alta maturidade